Colônia

A Colônia da CIP começou sendo um Campo de Estudos idealizado pelo rabino Fritz Pinkuss, e com o tempo foi adquirindo seu caráter de movimento juvenil, até virar oficialmente uma tnuá no começo de 2017 ao entrar no Conselho Judaico Juvenil Sionista (CJJS).

A ideologia da Colônia da CIP é norteada pelo judaísmo liberal, ativismo, juventude e educação. O grande objetivo da tnuá é transmitir conteúdos judaicos e valores universais, formando nossos chanichim e madrichim como seres críticos. Para isso, é utilizada a metodologia da educação não-formal, ou seja, por meio de  peúlot (dinâmicas e atividades) elaboradas pela equipe de madrichim. Por fim, somos filiados ao Netzer, movimento juvenil da WUPJ (World Judaism of Progressive Judaism).

O trabalho com os chanichim ocorre em nossas temporadas em Campos do Jordão, nas férias de janeiro e julho, e mensalmente no Yo Rishon Olam (antigo Play the Call).

As temporadas são dividas de acordo com a faixa etária das crianças, que variam entre 7 a 14 anos: Nitzanim (7-10), Alonim (11 até Bar e Bat-mitsvá) e Sharsheret (Bar e Bat-mitsvá até o primeiro ano do Ensino Médio). Todo o nosso trabalho conta com o auxilio de uma mechanechet (coordenador/a psico/pedagógico) e dos rabinos da Congregação. Elas duram de 6 a 12 dias. Durate a temporada realizamos tfilot diários, possuímos comida kasher e estruturas de qualidade.

O Yom Rishon Olam acontece aos domingos por diferentes lugares de São Paulo, com o objetivo de transformar a visão e a relação dos chanichim com a cidade em que eles vivem, o que ocorre por meio de ações sociais.

Confira as datas das próximas temporadas:

Nitzanim (7 a 10 anos) • 1 a 10/dez

Alonim (11 anos até Bat e Bar-mitsvá) • 22 a 29/jan

Sharsheret (Bat e Bar-mitsvá até o primeiro ano do Ensino Médio) • 11 a 20/jan

 

 

• voltar •