Rabinato

*em ordem alfabética

 

Fernanda Tomchinsky-Galanternik é psicóloga formada pela PUC-SP e rabina pelo Seminario Rabínico Latinoamericano “Marshall T. Meyer”, de Buenos Aires. Durante dois anos e meio morou em Jerusalém onde estudou na Conservative Yeshiva e posteriormente no Instituto Schechter. Ante de começar seus estudos universitários fez intercambio no Rotorua Girls High School na Nova Zelandia. Formou-se na liderança comunitária na tnua Noam, fundando o movimento em São Paulo e participando ativamente em Israel e Buenos Aires chegando a ser Rosh Chinuch do Noam AmLat, encarregada da educação do movimento juvenil na região. Trabalhou no Camp Ramah Poconos (na Pensilvania, EUA) como educadora de judaismo durante uma temporada. Enquanto estudou na Argentina trabalhou no próprio Seminario como professora de Talmud, na Comunidad Amijai e na Escuela Comunitaria Arlene Fern. É casada com Leandro Tomchinsky-Galanternik, Gerente Comunitário da Congregação, e os dois são pais da Naomi.

Michel Schlesinger é bacharel em direito pela Universidade de São Paulo. Realizou seus estudos rabínicos e seu mestrado em Jerusalém, no Instituto Schechter. Nos Estados Unidos, trabalhou em um acampamento judaico, o Camp Ramah de New England, e se capacitou para dar apoio a doentes e seus familiares no Jewish Pastoral Care Intitute na cidade de Nova Iorque. Desde 2005 é rabino da CIP. Em 2012, por ocasião de seu ano sabático, passou três meses em Nova Iorque, onde visitou instituições judaicas e estudou Talmude no Jewish Theological Seminary. O rabino Schlesinger é representante da Confederação Israelita do Brasil (Conib) para o diálogo inter-religioso e coordenador da delegação judaica na Comissão Nacional de Diálogo CatólicoJudaico da CNBB. Em 2013 esteve em Doha, no Qatar, para a Décima Conferência Internacional de Diálogo Inter-religioso. No mesmo ano, concluiu seus estudos em gestão de sinagogas no Rabbinical Management Institute de Los Angeles. Casado com a antropóloga Juliana Portenoy Schlesinger e pai da Tamar e da Naomi.
Ruben Sternschein assumiu o rabinato da CIP em janeiro de 2008, após tê-lo exercido por uma década, em Barcelona, onde fundou e dirigiu a primeira comunidade judaica liberal da Espanha,  e em Jerusalem. É bacharel em Educação e Mestre em Filosofia Judaica pela Universidade Hebraica de Jerusalém, e também Mestre em Ciências Judaicas  pelo Hebrew Union College onde recebeu sua ordenação rabínica. É doutor em Filosofia judaica pela USP, e dissertou em dezenas de universidades ibero-americanas. Foi selecionado como representante judaico para o grupo inter-religioso da UNESCO que desenvolveu o documento “Uma Ética Universal”.

 

 

 

Chazanim

*em ordem alfabética

Publicitário e ator de formação, Ale Edelstein é, além de chazan da CIP desde 1994, coordenador da área musical da Congregação. Atua também como professor de Bar-mitsvá junto à Escola Lafer. Em 2001 foi aluno do Tel Aviv Cantorial Institute – escola dirigida pelo chazan Naftali Herstik – e, em 2004, voltou à Israel para aperfeiçoar seus conhecimentos em chazanut. No teatro, é fundador e ator do “Grupo Tela Viva”, grupo de humor judaico, e professor de teatro, desenvolvendo um trabalho de arte-educação com crianças e pré-adolescentes.
Avi Bursztein nasceu em Buenos Aires, na Argentina, e desenvolveu uma bela carreira como chazan, tendo se apresentado nas mais importantes sinagogas de toda a América Latina, Israel e Europa. Na CIP é chazan desde 1990. Já cantou sob a regência dos maestros Nestor Stofblat, Marcelo Ghelfi, Ilso Muner, maestrina Sima Halpern e Carlos Slivskin. Participou de vários concertos e festivais aos lado de artistas de renome internacional, como os cantores litúrgicos Moshe Stern, Avshalom Zfira, Sol Zim, Dudu Fisher e Leibe Schwartz z”l, entre outros.